segunda-feira, 12 de outubro de 2015

5 livros com 5 crianças que tem uma historia incrível para contar




Felizzzzz dia das crianças, para todos os pequeninos e para aqueles que são eternas crianças. Hoje se comemora um dia que eu gosto muito, já que é um dia cheio de nostalgia, alegria, um momento para descansar e aproveitar o feriado.

 Mas, para aqueles que não sabem hoje também se comemora o dia da leitura.  Então eu pensei em fazer uma postagem que juntasse essas duas comemorações, e como gosto muito de livros (o que não é nenhuma novidade) não poderia deixar de mostrar cinco livros com crianças bem diferente uma da outra, mas com um fator em comum, todas tem uma história incrível que realmente vale a pena você ler e conhecer cada uma delas...


                            1-As aventuras de Tom Sawyer ( Mark Twain) 


Se você foi daquelas crianças que brincou muito na rua, aprontava na escola, gostava de está com seus amigos e até teve uma paixãozinha, com certeza você vai se identificar com o Tom. Tom Sawyer é um garoto que mora com sua tia Polly, seu irmão mais novo Sid e sua prima Mary.

 
Ele é o típico menino atentado. Não consegue parar quieto um minuto, vive aprontando e levando bronca da sua tia Polly, chega atrasado às aulas por perder o foco em alguma brincadeira a caminho da escola, vive sujo da cabeça aos pés por causa das travessuras. Mas é um garoto com um coração puro, ingênuo e bondoso. Nada do que ele apronta e nem seus pensamentos são feitos de maldade.
Uma simples bronca a mais da tia Polly, um pequeno desentendimento com a namoradinha e uma chateação na escola podem ser motivos suficientes para que o menino se sinta terrivelmente miserável em sua vida, fazendo-o decidir que deveria fugir de casa e se tornar pirata. Sim… pirata!! Se você se identificou não deixe de ler o livro, com certeza você vai gostar já que é uma história bonita, simples, divertida e que toca o coração do leitor, principalmente daquele que já se esqueceu de onde ficaram as suas lembranças mais puras.



                                             2- Extraordinário  (R.J. Palacio)



Tem crianças que tem medo de se relacionar com outras crianças com medo do que vão pensar sobre elas, principalmente na escola. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente.
Porém tudo depende de como é que a criança decide levar a vida e August Pullman, o Auggie, decidiu que mesmo que ele nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas.  August é um garotinho normal. Como ele mesmo diz no inicio do livro, ele tem um XBOX, gosta de brincar, é inteligente e estudioso e se comporta como qualquer outro garoto da sua idade.  
Infelizmente muitas pessoas gostam de julgar pelo que ver então a vida de August não é tão fácil, mesmo assim ele é tão espontâneo e encantador que fica difícil visualizar seu rosto. Percebem-se suas dificuldades ao encarar a nova escola, e sentem-se as reações das pessoas que o conhecem, mas é muito fácil entender que ele é sim, normal.



                                     3- Como viver eternamente (Sally Nicholls)


Sabemos que câncer é uma doença difícil de conviver, para que está passando pela situação, e principalmente para a família da pessoa. Agora imagine uma criança com câncer?!
 É ai que entra Sam, um garoto de 11 anos que tem leucemia e sabe que vai morrer. É inevitável e ele tem pouco tempo de vida, já que todos os tratamentos que fez para combater o câncer foram em vão e não surtiram efeito, apenas prolongaram um pouquinho mais sua vida. Ele tem aulas particulares em casa, e em uma dessas aulas ele é estimulado há escrever um pouco sobre si. Sam ama fatos. Ele é curioso sobre óvnis, filmes de terror, fantasmas, ciências e como é beijar uma garota. Como ele tem leucemia, ele quer saber fatos sobre a morte. Sam precisa de respostas das perguntas que ninguém quer responder. 
É a força de Sam que surpreende e comove. O garoto é tão jovem, mas mesmo assim não se abala com a morte iminente, com a perda de suas forças e a luta contra uma doença a qual ele não pode vencer. É tão triste, mas tão bonito ao mesmo tempo. 

O modo como ele enxerga as coisas, como ele encara a vida... Ah, gente, só lendo para entender a beleza deste livro, e conhecer um pouco dessa criança incrível. 

                         4 -A menina que roubava livros (Markus Zusak)



Um livro que mostra a história de uma garota que escapou da morte três vezes, e que com mesmo com várias dificuldades da vida sempre mantém a esperança vale com certeza ler.  

O nome dessa menina é Liesel que com apenas 9 anos ela via seu irmão mais novo, Werner, falecer enquanto os dois estavam com sua mãe em um trem que os levaria para uma vida nova. Após a triste despedida de sua mãe, Liesel foi levada para sua nova casa na rua Himmel, onde conheceu seus novos pais de criação: Hans e Rosa Hubermann. As primeiras semanas foram ruins, Liesel sentia saudade da mãe e tinha terríveis pesadelos com seu irmão, mas Hans estava sempre lá para confortá-la e ela já até se acostumou com os xingamentos de Rosa. As coisas começam a melhorar quando Liesel conhece Rudy Steiner, o menino da casa ao lado que tem os cabelos da cor de Limões.

Como a história se passa na segunda guerra mundial, não é novidade que Liesel passa por grandes dificuldades, mas nada se compara a grande amizade que ele tem com um judeu que está escondido no porão da sua casa. No meio disso tudo ela ainda é uma ladrãozinha de livros.   A história é linda demais e essa garotinha tem muito que ensinar a todos nós.


                                           5-   O diário de um banana (Jeff Kinney)



Falam que as crianças de hoje não se parecer com as crianças de antigamente por conta das tecnologias e blá blá blá...
Porém tem coisas que nunca mudam como crianças que tem um irmão chato, não são nada populares na escola. E ninguém sabe disso melhor do que Greg Heffley, que se vê mergulhado no ensino fundamental, onde fracotes subdesenvolvidos dividem os corredores com garotos que são mais altos, mais malvados e já se barbeiam.
Greg então buscará maneiras para se incluir na fila dos populares, até mesmo exigindo que Rowley seu melhor amigo se aventure nessa com ele e que pare de chama-lo para "brincar" em público.  

Greg é um personagem bacana, porém muitas vezes egoísta o que me fez muitas vezes gostar mais do Rowley, mas ambos juntos é que torna o livro bem mais engraçado. O livro não se passa apenas na escola, mas na casa de Greg, mostrando suas aventuras... Seja com seu irmão mais velho Rodrick, que não é tão adorável com ele, com seu irmão mais novo e com seus pais.
Por mais que a história pareça batida e bastante clichê no inicio da leitura, a mesma se torna rapidamente prazerosa e surpreendente. 



Então gente essas foi às crianças e um pouquinho de suas histórias, queria poder falar de outras também, mas ficaria enorme essa postagem. Aproveitem bastante esse feriado e se forem comprar um presente para alguma criança não deixe de presentear com um livro, vai ser um presente maravilhoso.

Beijocassss!!!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oiii... obrigada pela sua visita ^^
Espero que tenham gostado do blog :D
Caso encontrou algum erro ortográfico avise que vai ser corrigido.
Volte mais vezes *_*

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...